O município de Itápolis registrou, até 22 de maio, 1603 casos de dengue confirmados e uma morte por dengue hemorrágica confirmada. É importante que todos entrem nesta guerra contra o mosquito Aedes Aegypti junto com a Prefeitura Municipal, para que novos registros da doença não continuem ocorrendo.

A COVID-19 é uma doença causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, que apresenta um quadro clínico que varia de infecções assintomáticas a quadros respiratórios graves. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a maioria dos pacientes com COVID-19, cerca de 80%, pode ser assintomática e cerca de 20% dos casos podem requerer atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória; desses casos, aproximadamente, 5% podem necessitar de suporte ventilatório para o tratamento de insuficiência respiratória.

Com a confirmação de casos da COVID-19 (Novo Coronavírus) e registro de novas suspeitas da doença em Itápolis um novo protocolo de atendimentos, seguindo as orientações do Ministério da Saúde, passou a integrar a rotina da Rede Municipal de Saúde: o monitoramento de pacientes e de sua rede de contatos.

O município de Itápolis registrou, até 18 de maio, 1571 casos de dengue confirmados e uma morte por dengue hemorrágica confirmada. É importante que todos entrem nesta guerra contra o mosquito Aedes Aegypti junto com a Prefeitura Municipal, para que novos registros da doença não continuem ocorrendo.