A equipe contratada pela Prefeitura de Itápolis já perfurou o poço do distrito de Tapinas e está encontrando nos testes uma ótima vazão, que ainda está sendo medida. Apesar da previsão de produção de água para o poço de Tapinas, feita pela empresa contratada, ser de 20 mil litros/hora, técnicos do SAAEI acreditam que esse número poderá ser dobrado, resolvendo problemas da falta de água nos bairros do distrito, que sofrem em dias de alto consumo.

Assim que o trabalho de perfuração for concluído em Tapinas, a empresa seguirá para Nova América para realizar este mesmo serviço. Depois de 4 anos da assinatura do convênio federal, finalmente, o projeto saiu do papel e está se tornando realidade.

Os R$ 250 mil disponibilizados pela Funasa (Fundação Nacional de Saúde), somados à contrapartida que ultrapassaram os R$ 27 mil de recursos próprios estão sendo utilizados nesta primeira etapa de instalação dos poços, que é a perfuração.

Porém, para concluir a implantação desses poços nos dois distritos,o SAAEI (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) investirá cerca de R$ 200 mil (aquisição e instalação de equipamentos e adequações da rede de energia elétrica para distribuição da água nas residências do município).

 

Imprensa Prefeitura de Itápolis