A perfuração de poços para implantação de melhorias no sistema público de abastecimento de água dos distritos foi iniciada, nesta semana, em Tapinas e, posteriormente, a empresa realizará o serviço em Nova América. Depois de 4 anos da assinatura do convênio federal, finalmente, o projeto saiu do papel e está se tornando realidade.

Os R$ 250 mil disponibilizados pela Funasa (Fundação Nacional de Saúde), somados à contrapartida que ultrapassaram os R$ 27 mil de recursos próprios serão utilizados nesta primeira etapa de instalação dos poços, que é a perfuração. Porém, para concluir a implantação desses poços nos dois distritos,o SAAEI (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) investirá cerca de R$ 200 mil.

Para execução da infraestrutura do poço de Tapinas, além da perfuração, é necessário realizar o serviço de terraplenagem; aquisição e instalação de equipamentos para bombeamento, adução e abastecimento; implantação da rede de energia; escavação, abertura e fechamento de valas e cercamento do local, serviços orçados pelo SAAEI em mais de R$ 150 mil.

Já para concluir a instalação do poço de Nova América será preciso providenciar a aquisição e instalação de equipamentos para bombeamento da água e adequações da rede de energia elétrica, obras que custarão em torno de R$ 54 mil. A diferença de valores entre os investimentos necessários para cada distrito é relativa à distância de localização do poço de Tapinas até a rede de abastecimento e distribuição.

"Desde que assumimos a gestão municipal nos empenhamos em resolver essa questão dos poços e, depois de cumprirmos todos os trâmites, a população será beneficiada", disse o prefeito.

Com os novos poços, a produção de água em Tapinas e Nova América será ampliada em 20 mil litros/hora. "Conseguiremos equacionar a falta de água nos bairros dos distritos, que sofrem com esse problema em dias de alto consumo", pontuou o superintendente do SAAEI.

Imprensa Prefeitura de Itápolis