Em setembro de 2017 a Prefeitura de Itápolis, por meio da Secretaria de Habitação iniciou um trabalho de orientação aos moradores do Jardim Alvorada, localizado no distrito de Tapinas, para que pudessem ter a escritura definitiva do seu imóvel. Apesar do empreendimento existir há 18 anos, sua regularização junto ao Cartório de Registro de Imóveis ocorreu somente no ano passado, por meio do convênio firmado pelo poder público municipal com a Secretaria Estadual de Habitação, denominado “Programa Cidade Legal”.

Em dezembro, mutuários inadimplentes da CDHU podem aproveitar 13º para regularizar pagamento de prestações

A Secretaria de Estado da Habitação, por meio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), realiza a campanha “Fique em Dia com a Sua Casa”, que oferece condições especiais para os mutuários inadimplentes dos conjuntos residenciais da CDHU renegociarem suas dívidas com a companhia. Dependendo do valor, o saldo da dívida pode ser parcelado sem juros e em condições especiais. A negociação pode ser feita pela internet (www.cdhu.sp.gov.br) ou nos Escritórios Regionais da CDHU.

Mais de 140 proprietários de imóveis do Jardim 2000,  Esperança I e II e Jardim Progresso de Tapinas estão, finalmente, obtendo a tão esperada escritura definitiva da casa própria. Este trabalho é resultado de uma parceria da Prefeitura de Itápolis com a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) e o Governo Estadual.

Até hoje Bairro, que existe há 17 anos, não estava legalizado, impossibilitando os proprietários de terem a documentação necessária

Residindo há 12 anos no Jardim Alvorada, localizado no distrito de Tapinas, o senhor Daniel Fagundes foi participar da reunião organizada pela Prefeitura de Itápolis e Secretaria de Habitação na noite desta terça-feira (27), onde foi esclarecido o que será necessário para regularizar, finalmente, a documentação do seu lote. “Todo mundo quer legalizar seu terreno. Compramos com um sacrifício danado e faltava deixar tudo certo”, disse Fagundes.