O QUE É O CADASTRO ÚNICO?
O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadastro Único) é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, permitindo que o governo conheça melhor a realidade socioeconômica dessa população. Nele são registradas informações como: características da residência, identificação de cada pessoa, escolaridade, situação de trabalho e renda, entre outras.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social informa que a linha telefônica 3263-0949 do CRI – Centro de Referência do Idoso – está passando por reparos. A operadora responsável realiza manutenção até que tudo esteja normalizado. Por isso, os atendimentos estão sendo feitos pelo telefone da própria Secretaria 3262-8195, das 07:00 às 17:00 horas.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, em Convênio com o Estado, vem atendendo 11 idosos, diariamente, através do “Serviço de Alimentação Domiciliar Para Pessoa Idosa”. O projeto possui uma equipe técnica responsável, composta por assistentes sociais, nutricionista e enfermeira. O cardápio é elaborado pela nutricionista da prefeitura de forma a atender as necessidades dos idosos, objetivando contemplar as necessidades individuais, respeitando sua condição de saúde. A prioridade é atender idosos que residem sozinhos e em situação de vulnerabilidade social.

O CRI – Centro de Referência do Idoso “Octávio Guardia” de Itápolis desenvolve diferentes atividades para receber a Terceira Idade, proporcionando lazer e aprendizado aos seus frequentadores. As pessoas acima de 60 anos podem participar de atividades esportivas (zumba, hidroginástica, capoterapia), coral, jogos, aulas de dança, informática, smartphone, artesanato, bordado, pintura em tecido, além do atendimento médico quinzenal e a realização de passeios.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, por meio do Programa de Assistência ao Adolescente em Conflito com a Lei, iniciará em fevereiro o Curso de Customização de Camisetas e Bonés. O curso será ministrado por profissionais do SENAC, para 20 jovens em acompanhamento de medidas socioeducativas, onde serão apresentadas técnicas de customização de roupas usadas, criação de desenhos em bonés utilizando tachas, estampas de camisetas, entre outras.