A Secretaria de Desenvolvimento Social realiza, diariamente, o recadastramento das famílias já inscritas no Cadastro Único ou o cadastramento das que desejam sua inclusão no mesmo. Segundo a gestora do Cadastro Único/Bolsa Família, a assistente social Denise Puccini, as famílias incluídas no Cadastro Único, beneficiárias ou não dos Programas Sociais devem atualizar obrigatoriamente seus Cadastros no prazo máximo de 2 anos, ou antes deste período, sempre que ocorrer alterações tais como: mudança de endereço, composição do núcleo familiar e renda.

“É importante que todos que possuem o Cadastro Único estejam atentos e realizem devidamente o recadastramento. As famílias que possuem benefícios sociais podem, inclusive, sofrer sanções tais como bloqueio e até mesmo chegar a ter seus benefícios cancelados devido à falta de atualização cadastral”, ressaltou.

As famílias que estão inscritas no Cadastro Único, desde que possuam perfil, têm direito a outros Programas Sociais do Governo Federal, tais como: Tarifa Social de Energia Elétrica; Isenção de Pagamento de Taxa de Inscrição em Concursos Públicos; Aposentadoria para Pessoas de Baixa Renda; BPC (Benefício de Prestação Continuada), entre outros.

Para realizar seu recadastramento, procure a Secretaria de Desenvolvimento Social, na Avenida dos Amaros, nº 697, e agende seu horário.