A rua que leva a Santa Casa de Misericórdia e Maternidade “Dona Julieta Lyra”, nosso hospital local, era denominada, anteriormente, de Avenida Carlos Gomes (nome transferido para outra via pública), mas, com a promulgação da Lei Nº 276, de 10 de maio de 1962, passou a chamar-se Avenida Dr. Eduardo do Amaral Lyra.
Destacado médico cirurgião, Dr. Lyra também se dedicou a vida pública como político atuante. Nascido em Jaú, no dia 31 de janeiro de 1913, Dr. Eduardo migra para Itápolis em 1943. Em 24 de março assume as funções de cirurgião-chefe do Hospital de Misericórdia de Itápolis.
Na política tornou-se um líder, chegando a ocupar a cadeira da Assembleia Legislativa Estadual como deputado. Foi vereador do município entre os anos de 1948 a 1951, período no qual foi eleito presidente da Câmara. Já em 18 de março de 1949, após a renúncia do chefe do Executivo da época, assumiu as funções do cargo de prefeito municipal.
Dividia o seu tempo e a sua vida entre a política e a medicina. Caridoso e humano foi eleito provedor do hospital, onde colaborou com muitas benfeitorias, empenhando-se em aparelha-lo.
Quando faleceu em 2 de maio de 1962, foi velado no saguão do hospital, onde a população prestou-lhe a última homenagem. Dr. Lyra foi casado com Rute Borges do Amaral Lyra e teve dois filhos: Lia e Eduardo.

*Com dados extraídos do livro Nossa Terra Nossas Raízes da autora Nancy Hauers.

Imprensa Prefeitura de Itápolis