Venha conferir as novas dicas que a Biblioteca Municipal “Leão Machado” preparou para sua leitura:

O Conto da Aia - Escrito em 1985, o romance distópico “O Conto da Aia”, da canadense Margaret Atwood, tornou-se um dos livros mais comentados em todo o mundo nos últimos meses, voltando a ocupar posição de destaque nas listas do mais vendidos em diversos países. Ele narra como as mulheres eram vítimas preferenciais de opressão, tornando-se propriedade do governo. 

Clube da Luta - Fight Club é um romance de 1996 de Chuck Palahniuk. O protagonista luta contra a insônia e inspirado na observação de seu médico que fala que a insônia não é sofrimento, encontra um homem misterioso chamado Tyler Durden e criam um clube de luta clandestino. 

1984 - Um homem sozinho desafia a ditadura, sexo furtivo e libertador, horrores letais. A escrita translúcida de George Orwell, os personagens fortes, traçados a carvão por um vigoroso desenhista de personalidades, a trama seca e crua e o tom de sátira sombria garantiram a entrada precoce de 1984 no restrito panteão dos grandes clássicos modernos. 

A Revolução dos Bichos - Uma história intrigante e provocativa em que, numa primeira leitura, ressalta a fábula, caracterizada por ser um tipo de narrativa protagonizada geralmente por animais, mas que reflete ações humanas com algum ensinamento de cunho moral. Uma obra indispensável para o aprimoramento da nossa leitura crítica frente aos acontecimentos que se desenrolam no mundo em que vivemos.  

Laranja Mecânica - É um romance distópico de Anthony Burgess, publicado em 1962. Situado na sociedade inglesa, que tem uma cultura de extrema violência juvenil, onde um anti-herói adolescente dá uma narração em primeira pessoa sobre suas façanhas violentas e suas experiências com autoridades estaduais que possuem a intenção de reformá-lo. 

Fahrenheit 451 - O romance apresenta um futuro onde todos os livros são proibidos, opiniões próprias são consideradas antissociais e hedonistas, e o pensamento crítico é suprimido. O personagem central, Guy Montag, trabalha como "bombeiro" (o que na história significa "queimador de livro"). Bradbury declarou que Fahrenheit 451 não trata de censura, mas de como a televisão destrói o interesse pela leitura. 

Admirável Mundo Novo - Nascidos de proveta, os seres humanos (pré-condicionados) têm comportamentos (pré-estabelecidos) e ocupam lugares (pré-determinados) na sociedade - os alfa no topo da pirâmide, os ípsilons na base. A droga soma é universalmente distribuída em doses convenientes para os usuários. Relacionamentos emocionais intensos ou prolongados são proibidos e considerados anormais. Mas Bernard Marx tem uma infelicidade doentia - acalentando um desejo não natural por solidão. Uma visita a um dos poucos remanescentes da Reserva Selvagem, onde a vida antiga, imperfeita, subsiste, pode ser um caminho para curá-lo. 

A Biblioteca Municipal permite a renovação do empréstimo por meio dos telefones 3262-0514 ou 3262-2218, para prorrogar o prazo da leitura.

Imprensa Prefeitura de Itápolis