Um estudo do IBGE realizado em 2009 apontou que, dos 60 mil alunos do Ensino Fundamental entrevistados, cerca de 30% foram vítimas de violência ou bullying no ambiente estudantil nos 30 dias anteriores à pesquisa. Dados que preocupam e chamaram a atenção da direção da EMEF “Prof. José Toledo de Mendonça”, que promoveu uma palestra sobre o tema, ministrada pelo psicólogo Rafael Canova, que abordou, ainda, o papel do jovem na família e na sociedade.

Alunos dos dois períodos do 6º ao 9º do Ensino Fundamental ouviram as orientações sobre as consequências do bullying - papel do agressor, vítima e testemunhas - o quanto este comportamento ofensivo afeta a vida da criança e do adolescente, levando ao isolamento social e, em casos extremos, até suicídio.

O psicólogo explicou aos estudantes as consequências do bullying para o desenvolvimento na vida adulta, gerando dificuldades nos relacionamentos, podendo causar ansiedade, depressão, transtornos de estresse pós-traumático, entre outros sintomas. A prevenção também foi tratada apontando que o comportamento dos jovens entre si dentro do ambiente escolar, social e familiar precisa ser ponderado para haver a boa convivência na construção dentro de um ambiente saudável.

Imprensa Prefeitura de Itápolis