Há pouco mais de 1 ano Itápolis passou a integrar o Ramal Centro Paulista do Caminho da Fé, que atrai peregrinos com diferentes motivações: sejam religiosas, esportivas ou de autoconhecimento. Na última semana, por exemplo, passaram por Itápolis e as demais cidades do ramal - como Borborema, Ibitinga e São Carlos - os amigos ultramaratonistas norte-americanos, David Green e Emy Costa, que, inclusive, percorreram 52 quilômetros de estradas rurais da região.

Neste percurso eles se hospedaram, fizeram refeições e levaram na memória as características de nossa natureza e arquitetura. “O Brasil é um país especial, de pessoas gentis e amáveis. Nós nos sentimos muito bem aqui com vocês”, elogiou a dupla.

Os amigos seguiram o caminho até a cidade de Aparecida (SP), completando o Caminho da Fé, além de participar da Ultramaratona Brazil em Águas da Prata.

A dupla esteve acompanhada de uma equipe de apoio brasileira e do Lucky, um ex-cachorro de rua brasileiro adotado por David no ano de 2018. “Lucky começou a nos seguir durante uma competição que disputamos na BR 135 no ano de 2018, quando percorremos 215 quilômetros. A conexão foi tão grande que decidi adotá-lo e levá-lo comigo”, contou David.

Ainda no ano de 2019, também passaram por Itápolis alguns turistas franceses que percorreram o município, motivados pelo trajeto do Caminho da Fé.

Sobre o Caminho da Fé

O Ramal Centro Paulista, inaugurado em 2018, possui 207 quilômetros de extensão e é um dos 13 ramais brasileiros do ‘Caminho da Fé’, usado para a peregrinação até ao Santuário Nacional de Aparecida/SP. Este trecho - composto de estradas rurais - tem início em Borborema, passa por Itápolis, Ibitinga, Tabatinga, Nova Europa, Gavião Peixoto, Boa Esperança do Sul, Trabijú, Ribeirão Bonito e termina em São Carlos, onde se interliga com outros ramais.

O Caminho da Fé também se caracteriza como um atrativo turístico municipal, por meio do qual os peregrinos conhecem as belezas naturais da cidade, sua cultura gastronômica, religiosa e cultural.

“Estamos promovendo o nome de Itápolis com a participação no Caminho da Fé, com isso, ganhamos projeção e atraímos visitantes que consomem em nosso município movimentando a economia local”, destacou o secretário de Cultura e Turismo.

 

Imprensa Prefeitura de Itápolis