A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, em Convênio com o Estado, vem atendendo 11 idosos, diariamente, através do “Serviço de Alimentação Domiciliar Para Pessoa Idosa”. O projeto possui uma equipe técnica responsável, composta por assistentes sociais, nutricionista e enfermeira. O cardápio é elaborado pela nutricionista da prefeitura de forma a atender as necessidades dos idosos, objetivando contemplar as necessidades individuais, respeitando sua condição de saúde. A prioridade é atender idosos que residem sozinhos e em situação de vulnerabilidade social.

O objetivo é contribuir para a melhoria da qualidade de vida, através da entrega de uma refeição e uma fruta que são entregues, todos os dias da semana, inclusive aos sábados, domingos e feriados, na residência dos idosos cadastrados.  Durante as visitas também são feitas orientações com relação à higiene pessoal e do ambiente, visando o bem estar da pessoa idosa.

Os idosos atendidos são referenciados no serviço através da rede sócio assistencial e Cadúnico, que visa:

- Prevenir a institucionalização e a segregação de idosos assegurando o direito à convivência familiar e comunitária;

-  Promover o resgate e o fortalecimento dos vínculos familiares, comunitários e sociais, por meio de  ações compartilhadas com a rede sócio assistencial;

- Promover  o acesso a benefícios e aos serviços da rede de proteção sócio assistencial;

- Estimular a participação dos idosos em ações locais;

- Orientar com relação à higiene pessoal e do ambiente, visando o bem estar da pessoa idosa;

- Oferecer cardápio elaborado com o objetivo de contemplar as necessidades individuais de cada idoso, respeitando sua condição de saúde.

A demanda é identificada pela Proteção Especial de Assistência Social, Centro de Referência de Assistência Social, pela rede sócio assistencial, articulação com outras políticas setoriais e outros parceiros, como a Sociedade São Vicente de Paula. De acordo com as assistentes sociais é realizada a visita domiciliar ou busca ativa, faz a escolha, e em seguida entrevista e realiza um estudo social. “Fazemos a orientação e apoio individual ou familiar, resgate e preservação dos vínculos familiares, encaminhamentos para inclusão no BPC (benefício do INSS) e para o CRAS e demais políticas públicas” explicam as assistentes sociais.

Na visita domiciliar, a auxiliar de enfermagem faz avaliação das necessidades do idoso, de seus familiares e do seu ambiente, bem como realiza um gerenciamento efetivo da saúde do idoso visando à prevenção de agravos através de intervenções precoces sobre situações de risco que possam comprometer a saúde e a capacidade funcional, de modo a manter sua independência, o convívio familiar e a qualidade de vida pelo maior tempo possível.

Conforme preconiza o Ministério da Saúde, as ações de saúde realizadas no domicílio no contexto da atenção básica incorporam as seguintes características: compreendem ações sistematizadas, articuladas e regulares; pautam-se na integralidade das ações de promoção, recuperação e reabilitação em saúde; destinam-se a atender as necessidades de saúde do idoso com perdas funcionais e dependência para a realização das atividades da vida diária e desenvolvem-se por meio de trabalho em equipe.

A aquisição das marmitas é realizada por meio de licitação feita pelo setor de Compras da Prefeitura, sendo que a empresa que apresenta o menor valor é contratada para a realização do serviço e entrega das marmitas.                  

Esta é mais uma importante ação da Secretaria de Desenvolvimento Social em benefício das pessoas que precisam do apoio das políticas públicas.

Imprensa Prefeitura de Itápolis