O Departamento Municipal de Trânsito de Itápolis vinha diagnosticando - em vários pontos da cidade - problemas de organização no fluxo de veículos e pedestres, fato agravado pela imprudência de alguns condutores que excedem a velocidade e desrespeitam os transeuntes. Para equacionar essas questões, as medidas implantadas foram: a construção da Faixa Elevada de Pedestre e de lombadas.

“Levando em consideração a questão da mobilidade urbana, que prioriza a acessibilidade e valoriza o pedestre como integrante vulnerável do sistema viário, escolhemos estes dois tipos de redutores de velocidade porque verificamos que estes seriam os melhores mecanismos para organizar e disciplinar a circulação de veículos, favorecendo quem se locomove à pé. Nosso diagnóstico também foi baseado no Manual de Procedimento para o Tratamento de Polos Geradores de Tráfego”, explicou o diretor de Trânsito.

A Faixa Elevada de Pedestre foi implantada nas Avenidas Araldo do Amaral Arruda, Luiz Carlos Nigro Mazzo, Frei Paulo Luig e Sérgio Abdul Nour. Já as lombadas foram construídas na Avenida Áustria no Jardim Redenção e na Rua Vereador Francisco Corigliano no Jardim São Benedito.

O diretor de Trânsito disse que a escolha do tipo de redutor de velocidade – lombada, faixa elevada, mini rotatória – também leva em consideração as características do local e viabilidade da implantação. Outros locais da cidade estão sendo estudados para averiguar a necessidade de se implantar novos redutores de velocidade.
Imprensa Prefeitura de Itápolis